Pesquisar este blog

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Poucos...


um grito preso
espreita morte
dor implacável
.............................
cárcere febril
tangendo almas
sangra cicatrizes
...............................
esquecimento tardio
vendaval de mudanças
trilhas esmaecidas
................................
pêndulo dos dias
fardo covarde
dizima sentinelas
................................
em pétalas nuas
vermelho arde
despetala-se...