Pesquisar este blog

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

No silêncio...

No silêncio das horas abraço o tempo e pouso o olhar nas sombras dos dias felizes. O caminho partido refaz todas as saudades e sangram as faces mergulhadas nas pétalas adormecidas do jardim de outono. Jaz a vontade de voltar e ficar nos teus perfumes.