Pesquisar este blog

sábado, 23 de novembro de 2013

Tantas esperas jazem no ninho vazio...

Tantas esperas jazem no ninho vazio. A cor do dia é saudade e varre folhas secas de solidão. Abre lentamente a ferida e rega a paisagem com o torpor da melancolia e entope o horizonte de olhares furtivos. Busca o cansaço e se despede do temor da perda e descansa na brisa árida do deserto frio...

Ydeo Oga

23/11/2013 12:51