Pesquisar este blog

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Na penumbra...

Na penumbra
Veste-me
Um silêncio...
Quase nada!
Apenas a poesia
Respira dentro
Da solidão do poeta!