Pesquisar este blog

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Na tênue penumbra...

Na tênue penumbra
Que desalinha horizontes
Trapos amarfanhados
Guardam pedaços
De risos amarelos

Padecem insólitos
Nas margens brancas
Dos vazios que (pre)enchem...