Pesquisar este blog

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Paredes...

paredes feridas
nuas

vestem lodos

cicatrizam o tempo
de esperas

a dor silencia
aflição medonha

estrangula o fim!