Pesquisar este blog

domingo, 1 de janeiro de 2012

A face...

A face calada veste o olhar e o cálice verte notas rubras de uma melodia silenciosa!