Pesquisar este blog

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

MÁRIO LAGO...

tanto tempo faz
que não vejo Amélia
e nem tampouco Mário
que tantas vezes
nos deu movimentos
com teus pensares
em grandes momentos
de lagos e (poe)mares

o dia é o mesmo
mas faltam tuas mãos
a folhear os lenços
para enxugar a tua voz
que permanece ecoando
letras e canções...

homenagem a Mário Lago