Pesquisar este blog

sábado, 1 de outubro de 2011

Dentro...

Dentro do vazio encontrei o nada mergulhado em solidão no oco do mundo e sem pára-quedas!