Pesquisar este blog

sábado, 29 de janeiro de 2011

Há o silêncio...

Há o silêncio do tempo, ausência de brisa e a presença na leveza de ser!