Pesquisar este blog

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Espero-te distante...

Espero-te distante
Urge o meu cansaço

Carrega-me o teu colo
Em melodias dissonantes
Num solo sem sol!