Pesquisar este blog

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Anjos do silêncio...


Anjos do silêncio
Nas janelas abertas
Das noites intrépidas
Consomem todos os escuros

Caminhos largos
Em passos lentos definham
Não há mais sinal
O destino em fuga
É o fim da linha
Desenhando o final do túnel...