Pesquisar este blog

sábado, 3 de março de 2012

Ouço-te...

ouço-te
nas escalas do sol

e cada tinto
guarda o sabor
que buscas

esta preso
nas linhas da saudade
vou embora

mas sempre fico
no teu olhar!